sexta-feira, 24 de agosto de 2012

CRISTO, O INCOMPARÁVEL - INFALÍVEL E IMUTÁVEL!

Para aqueles que amam esportes, as últimas semanas foram um prato cheio em virtude da realização dos Jogos Olímpicos de Londres - 2012. As expectativas giravam em torno de um número recorde de medalhas o que de fato foi comprovado: o Brasil alcançou 17 medalhas o que redundou no melhor desempenho brasileiro em todos os tempos. Isso incluiu também medalhas inéditas como as do boxe com Adriana Araujo e os irmãos Falcão, judo feminino com a "gigante" Sarah Menezes e ginastica olímpica com o brilhante Arthur Zanetti e a "improvável" medalha de ouro das meninas do vôlei
que após uma fase de classificação medíocre agigantou-se e, como a líbero Fabi bradou diante das câmeras, realmente "calaram" a boca dos críticos, entre os quais eu me incluo. No entanto, muitas decepções foram acumuladas nas duas semanas de jogos... medalhas que pareciam certas foram por "água abaixo".
O que dizer de Cesar Cielo? Quem imaginava outra medalha que não fosse a dourada nos 50m livres? Isso sem falar no ouro que parecia certo da seleção de vôlei masculina que abriu 2 x 0 contra a Russia e permitiu a virada. Poderia ainda citar Diego Hypólito que após o fiasco de Pequim 2008 veio para os jogos de Londres disposto a limpar sua imagem e uma vez mais, segundo suas próprias palavras "amarelou"... A lista poderia prosseguir com Maureen Maggi, Fabiana Murer, Robert Scheidt, as duplas do vôlei de praia, o futebol feminino e, é claro, os "meninos" do Brasil: a "seleção do Neymar"! Tudo isso mostra para nós, de forma mui clara, a "falibilidade" do ser humano. Sim... isso mesmo... somos falíveis! Nem sempre cumprimos aquilo que prometemos. Foi o que claramente vimos nessas Olimpíadas: sonhos frustrados e promessas não cumpridas!
A Bíblia nos adverte: "...Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!..." Jeremias 17:5
Não quero dizer que devemos desconfiar de tudo e de todos mas estou dizendo que não devemos crer de "todo" coração que tudo o que nos prometem será feito pois somos falíveis!
Diante disso devemos voltar o nosso olhar para aquele que é Incomparável... aquele que é acima de qualquer comparação pois é Infalível e Imutável... Infalível pois jamais falhou e jamais falhará; é um "Sumo Sacerdote" que pode compadecer-se de nós "...Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno..." Hebreus 4:15 e 16. É Infalível porque tudo o que Ele promete, Ele cumpre!
Mas Cristo também é Imutável, ou seja, jamais muda: "...Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança, nem sombra de variação..." Tiago 1:17
Sem sombra de dúvidas, mais vale confiar no Senhor do que no homem: "...O SENHOR está comigo entre aqueles que me ajudam; pelo que verei cumprido o meu desejo sobre os que me aborrecem. É melhor confiar no SENHOR do que confiar no homem. É melhor confiar no SENHOR do que confiar nos príncipes..." Salmos 118:7 a 9
Cristo é imutável em seus decretos, em seus desígnios e em sua essência. Cristo, o Incomparável!
Incomparável porque é Infalível e Imutável!
Se quiser ouvir a mensagem em áudio clique AQUI  e acesse o blog de minha Igreja.
Posteriormente estarei publicando a continuação do acróstico... veremos porque Cristo é incomparável com "todas" as letras!

Um abraço!

Um comentário:

Aldenir Araujo disse...

Aleluia! Eu sou grato que neste mundo em mudança, temos um Deus e Salvador que não muda! Ele é e sempre será o mesmo, como foi em toda a eternidade passada.

Parabéns pelo artigo!