terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O BASTÃO DA LIDERANÇA

Alguns de meus alunos de seminário sempre me pedem sugestões de leituras adicionais... havia firmado um compromisso de que em breve daria a eles algumas indicações.

Aqui começo, então, minha primeira postagem a respeito de indicações de livros que já li; nunca é demais trazer à memória uma das célebres frases de Carlos Drummond de Andrade: "...a leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede...".
Sempre digo aos meus alunos: "...não há como eu ensinar sem que eu não tenha a disposição de aprender..." por isso: leiam... leiam... leiam...

Em uma mensagem que ouvi de Bill Hybels ele disse que todo pastor deveria sempre adquirir livros sobre liderança, e não somente adquirir, mas estar sempre lendo livros sobre liderança; concordo com
ele em gênero, número e grau!

Fui presenteado com este livro sobre liderança por Pr Dimas Pauck da AGENTI em Envira - AM durante a minha última viagem missionária. Wayne Cordeiro prefaciou o livro e suas palavras foram suficientes para "encher meus olhos" e desejar lê-lo por completo. Ao analisar a necessidade de líderes prepararem líderes Wayne disse: "...fico me perguntando qual teria sido o legado do rei Saul, se ele simplesmente tivesse sido o mentor daquele jovem pastor chamado Davi em vez de ficar com medo dele. Então, em lugar daquele fim trágico, ele poderia ser lembrado como um dos maiores discipuladores e tutores de todos os tempos..."
Li o livro de 222 páginas em uma "sentada" de tão empolgante que foram os assuntos tratados, principalmente a necessidade urgente de voltarmos às origens e resgatarmos o fato de que líderes são formados dentro das Igrejas e não em seminários... "...a Igreja é o veículo que Deus escolheu para levantar líderes para a sua obra no mundo..."

Como líderes devemos investir na formação de novos líderes e não delegarmos aos seminários a responsabilidade de formá-los. Quantas Igrejas são partidárias da política de "adquirir" líderes ao invés de "desenvolverem" líderes. Tudo isso porque não querem correr riscos; acabam colhendo prejuízos maiores ao terem um grupo de pessoas desmotivadas pela falta de oportunidades.
Indico este livro a você que sonha em não somente ser parte da história de sua igreja mas fazer história. Para isto é necessário olhar para a história da igreja primitiva que seguindo o exemplo de Jesus e de seus apóstolos levantava líderes dentro do próprio corpo local de crentes.

Um abraço! E... boa leitura!

Um comentário:

Marivan disse...

passando e saindo abençoado.