sábado, 23 de junho de 2012

NÃO SE GLORIE O FORTE NA SUA FORÇA...

"...Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas. Mas o que se gloriar glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o SENHOR, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR..." Jeremias 9:23 e 24

Estava refletindo sobre este texto da Palavra de Deus e inclusive compartilhei-o nesta última sexta-feira em um Culto que realizamos no lar dos irmãos Lupércio e Sueli.
Muitos hoje sentem-se auto-suficientes e independentes a ponto de pensarem ser plenamente instruídos e "donos de seus narizes" não "devendo" satisfações a Deus
e nem acatando as instruções de Sua Palavra. Em contrapartida, é maravilhoso quando olhamos para a Bíblia e reconhecemos Nela nossa regra de fé e prática e nos dispomos a segui-la...
Neste texto observamos o que Deus requer de nós se quisermos agradá-lo. Veja que para aqueles que se ufanam de serem sábios, Deus os repreende a que NÃO SE GLORIEM em sua SABEDORIA. Quando olhamos para a Bíblia vemos que a perfeita sabedoria vem pelo Temor de Deus: "...O temor do SENHOR é o princípio da ciência; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução..." Provérbios 1:7. Somente um louco poderia desprezar a Sabedoria de Deus. Por isso que é tremendo ver que grandes e célebres homens que passaram por este mundo e que foram considerados muito sábios, atentaram para o fato de que a Bíblia deveria ser apreciada; é o que vemos, por exemplo, nesta frase atribuída a George Washington: "...É impossível governar perfeitamente o mundo, sem Deus e sem a Bíblia..." ou esta outra conferida a Albert Einstein: “...Deus é a lei e o legislador do Universo...” e esta última de Abraham Lincoln “...O maior presente que Deus deu ao homem foi a Bíblia e a pureza das suas palavras...”. Esses grandes homens não se gloriaram em SUA própria sabedoria mas exaltaram a sabedoria que vem do alto: "...E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não o lança em rosto; e ser-lhe-á dada..." Tiago 1:5
Em segundo lugar vemos que Deus também adverte a que o forte NÃO SE GLORIE em sua FORÇA. Quantos não se lembram de Cassius Clay que mais tarde foi "re-batizado" como Muhammad Ali? Foi um dos maiores Peso-Pesados da história do boxe e eleito "O Desportista do Século" pela revista americana Sports Illustrated em 1999. Acometido pelo mal de Parkinson hoje tem todos os seus movimentos limitados... onde está sua força? E o que dizer de Christopher Reeve que tornou-se mundialmente conhecido como o "Superman"? Após a lesão grave sofrida em sua coluna ao cair de um cavalo viveu o resto de sua vida tetraplégico... e nós? Podemos garantir que estaremos vivos e FORTES amanhã? Cuidado se você acha-se tão auto-suficiente pois a Bíblia adverte que "...Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco e depois se desvanece..." Tiago 4:14.
Por último Deus nos adverte que o rico não DEVE SE GLORIAR em sua RIQUEZA. Em um artigo publicado no "Portal Educação" li o seguinte: "...A discussão sobre a crise financeira mundial ganhou espaço entre psiquiatras do mundo inteiro reunidos em Brasília no Congresso Brasileiro de Psiquiatria. O sobe-e-desce das Bolsas de Valores, para especialistas, pode gerar efeitos graves sobre a sociedade – que vão desde o agravamento de sinais de depressão e de distúrbios mentais até o aumento de casos de suicídio. Entre os especialistas, há um consenso: quanto mais uma sociedade coloca o dinheiro como um valor maior, mais transtornos psíquicos ocorrem em tempos de crise financeira. “É, sim, uma questão de valor. O indivíduo coloca o dinheiro como um grande fim, como um valor maior; quando ele vê isso desmoronando, quando vê tudo isso ruindo, fica sem perspectiva, se vê sem saída”, disse o psiquiatra e professor Marco Antônio Brasil, especialista no tratamento da depressão. “Já existem estatísticas que comprovam que há um aumento de suicídio em momentos de crise econômica. Durante a Grande Depressão em 1929 – quebra da Bolsa de Nova York – houve aumento de suicídios. No Brasil, durante o Plano Collor, que confiscou a poupança, também houve um aumento de suicídios”, citou o especialista..." Para quem não se lembra, o Plano Collor foi aquele que  "confiscou" em 1990 por 18 meses todas as aplicações e poupanças dos brasileiros que se viram da noite para o dia com 50 mil Cruzados Novos em sua conta... essa medida trouxe consequências irreparáveis para muitas famílias como mortes, suicídios e desemprego; "...amigos cancelaram festas, pais não puderam efetuar o pagamento de casas, empresários quebraram, empregados receberam a carta de demissão..." note que confiar nas riquezas é perigosíssimo!
Que fazer então? Atente para a solução apresentada no versículo 24! O que se gloriar, GLORIE-SE EM CONHECER A DEUS e saber que Ele é o SENHOR! Isso mesmo: Senhor! Quando nos curvamos diante Ele e o reconhecemos como Senhor baixamos um pouco a nossa "bola" e entregamos o controle de nossas vidas à Ele como disse o salmista "...Mas eu confiei em ti, SENHOR; e disse: Tu és o meu Deus. Os meus tempos estão nas tuas mãos..." Salmos 31:14 e 15.
Se você ainda não o reconheceu como Senhor, não perca tempo. Glorie-se também em reconhecer que Ele faz BENEFICÊNCIA ou MISERICÓRDIA. A grande prova disto está em João 3:16 "...Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna...". Se estamos vivos é porque "...As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos; porque as suas misericórdias não têm fim.Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade..." Lamentações 3:22 e 23.
Mas o texto também nos desafia a reconhecer o Seu JUÍZO. Por Juízo entendemos "sentença" não podendo nos esquecer que "...aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo..." Hebreus 9:27. Após a morte passaremos "instantaneamente" por um juízo que decretará nossa absolvição ou nossa condenação "...Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece..." João 3:36. Isso significa que se você creu em Cristo para a Salvação será absolvido e gozará a vida eterna com Deus mas se você não creu em Cristo... infelizmente será condenado à separação eterna de Deus debaixo da ira Dele!
Cuidado! Não brinque com seu futuro pois o Senhor cumprirá a Sua Palavra porque Ele é JUSTIÇA: "...Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos. Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; mas o caminho dos ímpios perecerá..." Salmos 1:5 e 6.
Do que você se gloria?
De sua sabedoria? De sua força? De sua riqueza?
Glorie-se no Senhor "...porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR..."


Que o Eterno te abençoe!

Um comentário:

Cleusa Souza Klein disse...

Graça e paz!

Cheguei até aqui, gostei, fiquei. Parabéns por sua edificante mensagem. O meu desejo é que estejas gozando das bençãos de Deus para sua vida.

Abraços fraternos