sexta-feira, 16 de outubro de 2009

UM PANORAMA RELIGIOSO...

O homem é um ser religioso; onde quer que se encontrem seres humanos, encontram-se vestígios de religião. A palavra religião vem do latim “religare” e na sua essência significa “religar ou ligar-se novamente” o que em si mesma já transmite a idéia de que o homem está separado. A Bíblia mostra como se deu a separação entre o homem e Deus (pecado) e também apresenta a verdadeira "religião" que pode levar o homem de volta a Deus: Jesus Cristo!
Uma estratégia muito inteligente do diabo é a de que, não podendo destruir a Bíblia, nem contestar as suas palavras, procura então desacredita-la, esconder ou torcer as suas verdades; e nesse intento, infelizmente ele tem enganado muitos. O resultado esta aí: milhares de religiões e seitas falsas, todas fundamentadas em pensamentos e filosofias humanas.
A Bíblia já nos adverte: "Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo" - Colossenses 2:8
Um dos movimentos que apresenta-se como um meio de "religar" o homem a Deus é o Catolicismo, que por sinal já ficou atrás do Islamismo.
Neste primeiro estudo avaliaremos algumas argumentações católicas à luz das Escrituras:

A IGREJA CATÓLICA ROMANA AFIRMA QUE O ALICERCE DA IGREJA É PEDRO, QUE SEGUNDO ELA, FOI O PRIMEIRO PAPA, SENDO O MESMO INFALÍVEL
"...Papa é o termo carinhoso com o qual os católicos se referem ao bispo de Roma que é o líder dos bispos do mundo inteiro e o chefe visível da Igreja Católica. Nós vemos na sua missão, a continuação da missão de São Pedro, que foi constituído líder dos apóstolos..” (Padre Zézinho)
"...para os verdadeiros cristãos o Papa era sempre o sucessor de São Pedro..." (Padre Vicente)
"...Jesus disse que sobre a Rocha de Pedro construiria a sua Igreja..."(Padre Zézinho)
"...infalibilidade quer dizer: a Virtude de não errar! ...o Papa pode errar em opiniões pessoais ou humanas...se falar em nome da Igreja e abordar de­terminadas doutrinas...e se acentuar que é ensinamento para a Igreja e artigo de fé, neste caso o Papa não erra..." (Padre Zézinho)
Esta teoria é baseada na interpretação errada e forçada da Escritura Sagrada, mais especificamente do trecho de Mateus 16:13-19
· Quando Cristo, no versículo 18, diz que edificaria a sua igreja sobre esta pe­dra, a pedra não era Pedro, mas sim a afirmação que Pedro fizera no versículo 16: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus Vivo", ou seja, a Igreja não está edifica­da sobre Pedro, mas sobre Cristo, o Filho do Deus Vivo, a Pedra Viva, conforme as palavras do próprio Pedro (l Pedro 2:4-6), a Pedra de Esquina (Efésios 2:20-22 e Atos 4:10,11), o Fundamento (I Corintios 3:9-11).
· Pedro não podia ser Papa pois ele era casado. Jesus curou a sua sogra (Ma­teus 8:14,15; Marcos 1:29-31; Lucas 4:38-40)
· Pedro nunca aceitou adoração nem reverência, mas, pelo contrário, repreendia quem o quisesse reverenciá-lo (Atos 10:25,26). Muito parecido com os Papas não???
· Pedro não era conhecido por sua pompa em vestir-se ou por sua intelectualidade, mas era homem de costumes simples (era pescador) - (Atos 4:13)
· O Papa, hoje, acha-se "infalível” e "irrepreensível. Se Pedro tivesse sido o primeiro Papa, como .se explica o fato de ter sido repreendido pelo Apóstolo Paulo? (Gaiatas 2:11)
· Pedro escreveu somente 2 Epístolas. Se ele fosse o Papa, deveria ter escrito muito mais...desta forma, se houvesse um Papa, seria até mais "compreensível" crer-se que Paulo fosse o primeiro Papa (se isto fosse doutrina bíblica, mas não o é)
A Bíblia, em toda sua totalidade, não nos direciona ou ensina a crermos que deva existir um 'Homem", um "Figurão", “Porta-voz de Deus infalível e irrepreensivel, mas nos aponta para os Bispos (também chamados de Pastores ou Presbíteros) (l Timóteo 3:1-7) casados, sóbrios, não dados ao vinho, não cobiçosos de torpe ganância, não avarentos, que governem bem os filhos e as suas casas... Será que o Papa se encaixa em todas estas características??!!
A IGREJA CATÓLICA ROMANA COLOCA AS SUAS TRADIÇÕES EM PÉ DE IGUALDADE, E MUITAS VEZES, ACIMA DAS ESCRITURAS


"...pode-se dar um novo enfoque e até deixar de pregar uma determinada doutrina, quando se constata que realmente ela não é o que se imaginava ser. Por exemplo: por muito tempo na igreja se ensinou que Deus tinha feito o homem de barro e o soprou. Hoje a Igreja entende aquilo como linguagem figurativa e admite que o homem possa ter sido criado de outra forma...o Céu não é um lugar. Não fica nem em cima nem em baixo...o céu é uma maneira de ser e viver em Deus...o inferno também não se trata de um lugar de fogo...trata-se de um tormento da ausência do amor para sempre..."(Padre Zézinho)
...a Bíblia é infalível, mas é preciso entender o sentido dessa infalibilidade. Não se trata de pegar qualquer trechinho e dizer: isso aqui é verdade absoluta..." (Padre Zézinho)
"...quando os católicos obedecem ao Magistério da Igreja, eles tem absoluta certeza de cumprir a Vontade de Deus, mesmo quando estão exercendo práticas que não estão claramente ensinadas na Bíblia, como por ex.: a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, a devoção do Santo Rosário..." (Padre Vicente)

Para nós, verdadeiros cristãos, a Palavra de Deus constitui a nossa única regra de fé e prática. Para os católicos, porém a autoridade biblica é parcial, dividindo-se com a tradição e o magistério da Igreja. Os católicos não crêem na imutabilidade e infalibilidade total da Palavra de Deus.
· Nós cremos na infalibilidade das Escrituras puis Jesus afirmou (João 10:35)
· A Bíblia é divinamente inspirada (II Timóteo 3:16 e II Pedro 1:20, 21)
· A Bíblia foi escrita para nos ensinar sobre o plano de salvação (l João 5:13 e João 5:34)
· A Palavra de Deus nos conforta (Salmo 119:76), nos dá esperança (Salmo 119:49), nos santifica (João 17:17)
· Nada deve ser acrescentado ou diminuído da Palavra (Apocalipse 22:18,19)
Na próxima postagem avaliaremos outros argumentos católicos à luz das Escrituras...
Que Deus te abençoe!

Um comentário:

andre disse...

A Paz Pr Joel,
Sua explanação foi bem objetiva e esclarecedora. Recomendarei a consulta de seu blog a outros irmãos.
Grande abraço!

André
Santo André (SP)